segunda-feira, 9 de março de 2015

Vida



Há quem prefira compartimentar a vida

Separa a vida em setores
...em gavetas
Separa os amigos
...dos amores
Separa a família
Separa as alegrias
Os sonhos
...e as dores

Há quem prefira viver a vida assim
Em um fragmentar sem fim
E não percebe, não nota
Não enxerga, não vê, não olha!
Que a vida é uma inteireza só...
Os caminhos fluem, se misturam
...como um nó!

E podemos entrelaçar os afetos
Podemos unir espíritos
Podemos sempre fazer mais
...e mais amigos
Fazer escolhas
Estar perto

E o segredo disso
(que nem é tão segredo assim)
É que o amor
(quando verdadeiro)
Não tem começo
...nem meio
...e nem fim



(Flavia Alves)



--

Arte: Forgive Val








Nenhum comentário:

Postar um comentário