sexta-feira, 6 de março de 2015

Onze (2)


Há quanto tempo estamos juntos?
Não sei mensurar...
Tempo de zigue-zagues
Que traz vertigens
...do sentir
De um sentimento sem fim
...e sem origem
Existir!
Escolhemos todos os dias
...o cultivar
Suspiros de alívio
Amar
Não existe mais solidão
Florescer
Não escutamos mais a dor
Renascer
Trilhamos um caminho de luz
Uma jornada
E ela é espiritual
...e é terrena
Lutamos e crescemos
Oramos, agradecemos
Juntos, caminhamos
Meu Par, meu arqueiro
Meu amor, meu amigo
Meu Catnip
...meu companheiro


(Flavia Alves)








Nenhum comentário:

Postar um comentário