terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sol


Eterna filhote, Sol e luz
Como posso descrever você?
Olhar verde tão claro, leve
Ser dourado, bem-querer

Agradeço cada instante vivido
E todos os caminhos percorridos
Foi e é privilégio e honra
Dividirmos jornadas e afeto

Ficam as lições, as emoções
Brincar é melhor que comer
Disposição em todos os dias do viver
Como eu aprendi e aprendo com você!

Não existe hora certa 
...pra trocar carinho
E um colo amado 
...sempre será o melhor ninho

Voa, meu xodó amarelo
Sem medo e sem dor
Seja, finalmente, livre!
Leve consigo apenas o amor

Saibamos e lembremos
Que a separação é ilusão
A morte, uma viagem
O medo não merece atenção

Eu viverei em você
...e você viverá em mim

E chegará o dia 
que eu atravessarei a ponte
(arco-íris)
...e nos reencontraremos 
...enfim

Eu te amo, Sol
Para sempre


(Flavia Alves)




--

Arte: The Lunacy-fringe, deviantART







Nenhum comentário:

Postar um comentário