sexta-feira, 4 de abril de 2014

O não esquecer...


Após algum tempo consigo ver com clareza...
E posso ter a certeza
Que não importam afinal as dores
Nem os sonhos perdidos, ou os amores mal esquecidos
Sempre abri a alma
Saltei! Fui e sou corajosa
Sou guerreira, sou arqueira!

Escolho manter todas as minhas memórias
Não quero mais esquecer
Sou tudo o que vivi, todas as escolhas
E, de fato, fiz sempre o meu melhor
Eu fiz! Eu amei. Não me arrependo de nada
...mas não irei do passado viver!

Que brotem os novos sonhos
Irei trilhar novos caminhos

Respiro

Estou em paz


(Flavia Alves)

Nenhum comentário:

Postar um comentário