terça-feira, 25 de março de 2014

Brumas e Sombras



Eu caminhava ao lado do homem velho. Calmamente ele me explicava:
- As brumas são as incertezas humanas.
Ao longe, vi um amigo cercado de brumas e sombras. Preocupada com ele, questionei.
- O que são as sombras?
- Os medos.
- Eu não tenho medos? - disse eu olhando ao meu redor. Não via sombras.
- Dificilmente alguém reconhece os próprios temores.

Acordei. Desde ontem tenho refletido sobre isso. Medos e incertezas turvam nosso olhar... E pode ser que, assim, acabemos perdendo oportunidades de sermos plenos e mais inteiros.


Talvez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário