segunda-feira, 2 de julho de 2012

Escuridão


Mais mudanças.
Estou imersa na mais completa escuridão e sinto medo.
Não tenho nenhuma alternativa além de prosseguir o meu caminhar...
Combato o primeiro inimigo novamente, e irei combatê-lo muitas vezes antes de executar minha última dança.
Diante das encruzilhadas e dos trechos que machucam meu espírito, paro, respiro e supero meus limites, ou pelo menos o que eu acreditava que eram os meus limites.
Estou só.
Meus amigos me rodeiam, me oferecem alicerce e suporte...
Mas estou só.

E estou vivendo o meu maior medo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário